A Dama Dourada - filme motivacional

Eu estava pesquisando uma dica sobre aplicativos de desconto, para o texto de hoje, quando comecei a assistir um filme que mudou o tema desse post.
O filme é  “A Dama Dourada”, disponível no Netflix, e o filme me chamou a atenção não por dar dicas de economia, mas de oportunidade.
Você ja acreditou em algo teoricamente INALCANÇÁVEL ? Foi  o que o personagem principal do filme fez.
No filme um advogado e sua cliente pleiteiam obras de arte roubadas da família pelos nazistas durante a 2a Guerra Mundial.
Esse filme virou dica nessa 2a pois é uma excelente motivação para você que tem que lutar por algo impossível. Nele vemos não um mero exemplo de preserverança. Mas de estratégia, perspicácia e inteligencia.
Não não é um filme sobre fé, mas se você tiver pelo menos um pouco de fé, *”do tamanho de um grão de mostarda”, certamente as coisas ficarão mais fácil.
Em momentos difíceis você vai ouvir um milhão de palavras negativas, estatísticas e até fatos contrários aos seus objetivos, mas se você realmente acredita, ou quer, ou PRECISA de cumprir o seu objetivo saiba que tão importante quanto não desistir é se preparar constantemente para ser bem sucedido. Inclua nessa preparação evitar tudo o que pode ser de negativo e se cercar de coisas que estimulem a sua confiança. A dica de hoje é que tal buscar por histórias de sucesso de pessoas que “chegaram lá”.
A Dama Dourada é um excelente inicio, não posso dizer muito mais sobre o filme para evitar spoiler, mas posso dizer que você não vai se arrepender de usar ele como motivação para ir em frente.

BOA SEMANA.

Alhos não são Bugalhos...

Hi there!
De volta ao nosso espaço de dicas de inglês hoje eu trago uma matéria que eu li no site  de empregos do Vagas.com que eu achei muito legal, por que ela traz uma serie de palavras com grafia similar mas com sentido totalmente diverso.
 E não só isso, essas palavras são de uso corriqueiro no idioma e saber distinguir seus significados e aplicação pode ser crucial durante uma entrevista de emprego e também no uso diário do idioma.

Politics = política (substantivo). Todos os problemas e questões relativos à arte e à ciência do governo. Este ano temos eleição. Portanto, muitas pessoas estão falando sobre política.
Unfortunately politics is often associated with corruption.
Political = política, política (adjetivo)
The candidates were asked about the Brazilian political situation.
Politician = político (substantivo). A pessoa que está envolvida com política, que desempenha um cargo público. Plural: politicians.
The president has to be more than a politician, he has to be a statesman.
Policy = política. Um plano de ação ou uma declaração de intenções. Comum no mundo corporativo.
Honesty is the best policy.
Police = polícia. Esta palavra é sempre usada no plural.
Don’t panic! The police are coming.
Although = embora, no entanto, entretanto, apesar de. Pronúncia: GH é mudo.
Although he was sick, he worked hard. 
Though = variação de Although. No inglês falado, sempre encontramos though no fim da frase, significando “but” ou“however”.
The house isn’t very nice. I like the garden though.
Tough = duro, difícil, complicado; forte (adjetivo). Pronúncia: GH tem som de F.
He’s been a tough guy all his life.
Thought = 1. Pensamento; consideração, atenção (substantivo) 2. Passado e particípio passado do verbo Think, que quer dizer pensar, achar, refletir. Pronúncia: GH é mudo.
Don’t give much thought to what she said.He thought she had arrived early for the presentation.
Taught = passado e particípio passado do verbo Teach, que quer dizer ensinar, lecionar; pregar. Pronúncia: GH é mudo.
My brother taught Spanish for 15 years.
Through = 1. através, por entre (preposição) 2. do começo ao fim, completamente (advérbio) 3. desobstruído (adjetivo). Thru é uma variação informal. Pronúncia: GH é mudo.
They are on a tour through France.I walked through the trees.
Throughout = durante todo/a, por todo/a. Pronúncia: GH é mudo.
Throughout the European Union there are almost 5 million work-related accidents a year.
Thorough = completo, abrangente, detalhado, cuidadoso (adjetivo). Pronúncia: GH é mudo. Thoroughly = completamente, totalmente (advérbio).
The police demanded a thorough investigation.
Esssa dica foi extraida do site vagas.com,: http://www.vagas.com.br/profissoes/oraculo/expressoes-em-ingles-confundem-muita-gente/

Economizando o Ferro e "perfumando" a criatividade.


Olá amigos leitores do Blog M.Y.L.E, o texto de hoje é a nossa 1ª postagem regular da sessão “Dicas e Oportunidades”, e trago uma dica que já é conhecida por muitos de vocês, no entanto, por ser algo muito legal e simples acho que vale a pena ressaltar. Além disso por que não incluir alguns truques nessa dica para potencializar seu efeito e ajudar a você economizar energia elétrica, tempo e dinheiro? Gostou né?
Então agora me diga, você já experimentou estender as suas roupas em cabides? É isso mesmo. Sei que parece bobo, mas a dica é para você que ainda não experimentou fazer isso. 
Acredite, funciona até para aquelas roupas de que precisam de passar como camisas por exemplo. Isso acontece por que a peça ficara menos amassada e muito mais fácil de passar.
E mais uma dica, nunca tire a roupa direto da máquina, ou do tanque e coloque de qualquer jeito no cabide, por que vai ficar tão amassada quanto se você tivesse estendido jeito tradicional.
Então, assim que a peça estiver lavada, dê-lhe uma boa sacudida coloque-a no cabide ajeitando a roupa como se você estivesse guardando-a no armário. Isso logicamente tomara um pouco mais de tempo, mas a economia que você vai ter na sua conta de energia elétrica e o bom resultado de vestir uma roupa que não está amassada farão esse tempo valer a pena.
Vivemos tempo difíceis no Brasil, mas vamos acreditar que momentos de crise podem se tornar momentos de oportunidade.
Nessa sessão "dicas e oportunidades”, que passo a publicar, a partir de hoje, todas as 2as feiras, a minha intenção e , junto com vocês leitores, descobrir e divulgar tudo o que pode ser interessante para economizar gerar emprego e renda.
Não pense que isso é utópico porque veremos várias histórias de vida que nos mostram que isso é possível. Quer um exemplo?
Você sabia que a empresa de cosméticos AVON nasceu quando seu fundador, que até então era vendedor de livros, para aumentar o número de vendas das suas enciclopédias, que estava baixíssimo, resolveu oferecer amostras grátis de perfume para suas clientes? Isso deu tão certo que ele trocou a venda de livros pela de perfumes e então surgiu a AVON. O que você acha disso? Tudo começou com a criatividade para driblar uma dificuldade.
Pois bem, é disso que esse espaço tratara nas próximas segundas-feiras. Além de dicas teremos histórias de vida para nos incentivar a tornar a nossa própria história  um sucesso.
Então até a próxima. ;)

Dica de hoje.: “6 Minute English”.

A minha dica de inglês vai ser curta, mas muito eficaz, é sobre um aplicativo excelente da BBC Londres, e o melhor é que ele é GRATUITO.
É o  “6 Minute English”. Esse aplicativo é excelente para treinar o seu “Listening”. 
Todos os dias você recebe no seu Smartphone , gratuitamente, uma lição que no máximo 6 minutos de duração.
A cada lição você, além de praticar os seu “Listening”, ira praticar o “Reading” pois recebera também o texto na integra e em inglês para acompanhar o que esta sendo falado. Por consequência você acaba treinando o seu  “writing” também pois ficara familiarizado com a forma de escrever algumas palavras e expressões. 
Eu particularmente AMO esse aplicativo,  ele tem me ajudado MUITO a melhorar o meu conhecimento da língua inglesa.
Embora suas lições sejam melhor compreendidas por quem já tem pelo menos o nível intermediário do idioma, acredito que possa ajudar à estudantes de todos o níveis, principalmente aqueles que, apesar de fluentes, atualmente não estejam tendo muita oportunidade de usar seu conhecimento.
Esse aplicativo está disponível tanto no Google Play como na loja da Apple.
Quem não tem smartphone poderá acessar as lições pelo Youtube no canal BBC Learning English Listening Skillshttps://www.youtube.com/channel/UCJjjChp9HHiDHapy-R-Q9Ow
Falando ainda sobre aplicativos que você também pode baixar, gratuitamente, o "Oxford Dictionary of English,"  sera uma boa oportunidade de aprendizado junto com o “6 minutes English” pois você poderá consultar aquelas palavras que, apesar do contexto da lição, você não conseguir compreender plenamente.
Esses aplicativos não ocupam muito espaço, e são excelentes.
Espero que essa dica seja tão produtiva para vocês, quanto tem sido para mim.
Muito obrigada por acompanhar esse blog e até o nosso próximo post. 

P.S: Agora todas as 2as e 5as postagens regulares, na próxima 2ª feira dia 30 de novembro, tem o espaço “ Dicas de Economia e oportunidades”.  Até lá. 

NOVIDADES NO BLOG: Publicações Regulares

Bom dia amigos!
Hoje finalmente tomei uma decisão a favor dos meus amigos leitores do blog MYLE, que agora em dezembro completa 7 anos!!!
Pois é, apesar da falta de publicações regulares vocês têm sido fiéis e continuam a seguir esse Blog. Por isso, como forma de agradecimento decidi me comprometer a deixar esse espaço mais útil com criar, pelo menos  a princípio, duas colunas fixas.
A primeira será sobre dicas de inglês, todas as quintas. E as segundas –feiras “ Dicas de Economia e oportunidades”.
Por isso excepcionalmente, hoje haverá duas postagens. Essa contando a novidade e a próxima já com a primeira dica de inglês dessa serie regular.
NÃO PERCA! E muito obrigada por sua companhia ao longo de todos esses anos.  
Participe do nosso blog deixando seu comentário sobre as nossas postagens.

 Obrigada e até breve!

P.S.: As postagens estarão disponíveis sempre a partir das 12hs. 

Bicicletas, tombos e dentes...

Agora que eu aderi à bike como meio de transporte notei algo muito interessante sobre o comportamento dos ciclistas de primeiras viagens.
Esse comportamento aliais  já havia me sido alertado pelo Ale, o responsável pelo Lamario de Peruíbe onde tenho feito um tratamento milagroso para Psoriase (prometo que falo mais sobre isso um dia desses).  Mas confesso que não havia levado a serio quando ele comentou que as vezes uma pedrinha de nada pode te levar pro chao, quando se esta em uma biclicleta e "se achando" o "cara" "a mina" que manja muito da  "magrela".
A coisa funciona mais ou menos assim:
A pessoa começa a achar que ta mandando bem na bicicleta então tira as rodinhas e grita :
- "Aeeee sem  rodinhas"
Dai aprende a guiar com uma mão só no guidão e grita:
-" Oia eeeeee só com uma mão"
Dai a pessoa tem a brilhante ideia de soltar as duas mãos... Então... ai começa a encrenca!
Mal termina de executar a brilhante ideia, quando POFT!!!! 
PRONTO!!! Agora ta sem os dentes!!! 


Moral da historia: "Mesmo que você manje muito de um assunto, NÃO ABUSE DA SORTE, mantenha procedimentos seguros SEMPRE, por que quando achamos que sabemos tudo, a vida vem e aplica aquela prova onde nos surpreendemos com milhares de coisas até sobre nós mesmos.

Aproveitando o Vinho... receita de “Coq Au Vin”


Caramba pessoal, meu último post causou mais do que o post comparando o Christian Grey com o Batman.  Fiquei passada!!!
Nem conto o que eu ouvi e li a respeito. Etaaaa povo malicioso sôr! Gente, na boa, aquilo foi só uma dica. 

Se você me perguntar se eu fiz, vou ter que ser sincera em dizer que infelizmente não, pois, no momento, não estou namorando. Mas se  eu estivesse em uma relação séria,  teria feito tudo com toda certeza. Logicamente eu não dividiria detalhes da minha vida intima, nesse espaço ou em qualquer outro. Aqui no nosso bate papo, quando muito, poderia citar um exemplo ou outro, somente o necessário e essencial. Mas resolvi colocar esse adendo pra parar alguns "ataques de pelanca" que eu vi e ouvi a respeito. Eu heim!!!  Eu que to sem namorado e esse povo que ta precisando de amor. Ou talvez de um tanque de roupas pra lavar e parar de se preocupar TANTO com a minha vida??? 

Logicamente que não me refiro aos meus leitores fofos que me seguem desde 2009, quando esse blog foi criado. 
Os ataques foram de pessoas que... Hahaha, prefiro não comentar quem, mas citar o fato foi um jeito de me divertir com v voces meus(as) queridos(as) leitor (as), gargalhar um pouquinho dessas bobeiras.

Mas, deixando de lado as manifestações exacerbadas e ilarias,  vamos ao que interessa: o aproveitamento do vinho que pode ter sobrado da noite anterior.

Pra quem não sabe, um vinho até mantem alguma qualidade por no máximo três dias depois de aberto, isso é, se guardado na geladeira.
Depois disso esquece, a qualidade já era. Então o que fazer?

Bom, eu poderia aconselhar uma pizza na terça-feira, caso seu vinho tenha sido aberto no sábado, para acabar de matar a garrafa. Mas como a mulherada anda sempre de regime, o povo trabalha e estuda durante a semana, talvez o melhor mesmo seja aproveitar esse vinho para tempero de carnes.

Galera, FICA MUITO BOM!!! A carne fica mais macia e na medida que você cozinhar, assar ou fritar, o álcool evapora deixando somente um suave toque do vinho. É de comer rezando!!! 

Você não precisa  fazer  algo tão  elaborado como a receita de “Coq au vin” a seguir. Você pode apenas picar o peito de frango em cubinhos e temperar usando um cálice de vinho, mais o restante dos temperos que você normalmente usa, excluindo líquidos como vinagre e ou limão.

Pronto!

Você terá um prato, que seria  trivial e básico, porem com um “quê” de receita gourmet. Chique não?

Imaginando que você seguiu a minha dica anterior, e sua noite foi um sucesso tão grande que o “gajo” está a pensar em te apresentar pra família dele... Bom, talvez seja uma boa oportunidade de conquistar a sogrinha e caprichar nessa receita francesa de “Frango ao Vinho”.
Acompanhe a receita abaixo, e se não tiver sogra na parada, prepare pra sua mãe, tia, pra  você, pro seu love de novo... 

Enfim, prepare pra sua  família,  de sangue ou de coração. 

Prato bom é democrático, você pode oferecer a todos, eu particularmente costumo preparar coisas assim para quem vale muito a pena. Carinho também se faz com essa forma de dedicação.

Bom apetit!!!


Ingredientes para preparo do “Coq au Vin” (Frango ao Vinho em Francês)

·       50 ml de azeite 
·       Coxa e sobrecoxa de frango marinados (1 kig)
·         1 colher (sopa) de manteiga
·         1 colher (sopa) de farinha de trigo
·         150 g de cebolinhas pequenas
·         150 g de champignon (paris) em conserva
·         Sal e pimenta-do-reino a gosto
  

Para a marinada
· 1 cebola picada
· 2 cenouras picadas
·1 bouquet garni feito com tomilho, louro e 3 dentes de alho
·1 garrafa de vinho tinto (de boa qualidade)
· Sal e pimenta-do-reino a gosto
· 1 kg coxa e sobrecoxa de frango

Modo  de  Preparo
Retire as coxas e sobrecoxas de frango do saco plástico. Coe e reserveo caldo da marinada. 
Numa panela, aqueça 50ml de azeite e doure as coxas e sobrecoxas de frango.
Junte nesta panela, o caldo reservado da marinada e cozinhe, em fogo médio, por cerca de 40 min ou até as coxas e sobrecoxas de frango ficarem macias.                                                                                 Numa frigideira em fogo baixo, derreta 1 colher (sopa) de manteiga e incorpore 1 colher (sopa) de farinha de trigo. Mexa bem e acrescente ao cozimento das coxas e sobrecoxas do frango.                      Junte 150 g de cebolinhas pequenas e 150 g de champignon (paris) em conserva.                               
Tempere com sal e pimenta-do-reino a gosto.

Para a marinada
Coloque num saco plástico 1 cebola picada, 2 cenouras picadas, 1 bouquet garni feito com tomilho, louro e 3 dentes de alho, 1 garrafa de vinho tinto (de boa qualidade), sal e pimenta-do-reino a gosto. Acrescente 1 kg coxa e sobrecoxa de frango nesta marinada, feche o saco plástico e deixe apurar por 24 h.


Cardápio Dia dos Namorados - Atrasado sim... MAS EXTRAORDINARIO

Correria, stress cansaço.... 
Nesse clima maluco do dia a dia tenho certeza que teve gente ontem que não conseguiu comemorar o dia dos namorados decentemente.
E nem vem com essa historia de que é uma mera data comercial que vai ficar pior pra você. Se todo dia é dia dos namorados prepare a sua agenda, sem falar do bolso, por quê, nesse caso, você terá a obrigação de todo dia fazer algo surpreendente...
Melhor caprichar pelo menos em dia do ano não é verdade?
Pensando nisso eu preparei para vocês um jantar romântico de tirar o folego, com direito a receita afrodisíaca, vinho do bom, decoração romântica, trilha musical e massagem a dois... UI!!!
Vamos lá, começando pelo cardápio:
Você sabia que frutos do mar são afrodisíacos ? Por isso criei uma receita de escondidinho de frutos do mar.
Na minha receita eu colocarei apenas Salmão (peixe rico em Ômega 3, que auxilia na circulação sanguínea) e camarões rosa (aqueles pequeninhos que não são muito caro).
Se você é uma cozinheira de mão cheia e sabe trabalhar com mexilhões, polvo e lula, não se detenha e acrescente na pasta a seguir. No meu caso eu preferi evitar por dois motivos:
Esses frutos do mar tem um ponto de cozimento especifico, do contrario ficam borrachudos e horríveis de digerir, além de serem muito caros. Por isso, melhor evitar colocar a minha receita em risco e o orçamento também.

Ingredientes.:
300 gramas de salmão desfiado
300 gr de camarão rosa
Um pote de requeijão “tipo catupiry”
1 latinha, pequena de extrato de tomate
Uma colher de molho de pimenta
Um pacote de preparado Yoki para purê de batatas
1 caixa de creme de leite sem o soro
1 gramas de queijo parmesão ralado
150 gramas de queijo parmesão EM LASCAS
100 gramas de mussarella fatiada.
Cebolinha (verde) picada
Azeite extra virgem com acidez entre 0,5% e 0,8% ( de preferencia grego ou qualquer um da região do mediterrâneo por que são DELICIOSOS )

Preparo:
  Caso você não tenha sobra de salmão grelhado ou cozido em casa, tempero 300 gramas de file de salmão (ao seu gosto), grelhe com um pouquinho de azeiteo peixe  e depois desfie. Reserve
Tempere os camarões (a gosto) e acrescente uma colher de café de molho de pimenta).
Em uma panela doure, no azeite, a metade de uma cebola media picada, acrescente o camarão, frite um pouco e acrescente o extrato de tomate, um pouco de agua, uma pitadinha de açúcar (para quebrar a acidez do extrato de tomate).
A hora que levantar fervura acrescente o salmão desfiado, as cebolinhas picadas e o pote de requeijão.
Mexa bem, retire do fogo e reserve.
Prepare em uma outra panela o purê de batatas Yoki, conforme as instruções da embalagem, mais acrescente ao preparo 1 xicara de creme de leite e o queijo parmesão ralado fino.

Montagem.:
Em um refratário pequeno, ou em potinhos de cerâmica individuais, coloque uma camada grossa do purê de batatas, o preparado de frutos do mar, mais uma camada bemmmmm fininha do restante do purê de batatas. Por cima uma camada de queijo mozzarella  fatiado e por cima de tudo as lascas de parmesão e leve ao fogo para gratinar.

Para combinar com essa receita escolhi um delicioso vinho australiano que casa muitíssimo bem com qualquer receita que leve queijo.

ATENÇÃO: fuja do lugar comum!!!
Nem sempre frutos do mar devem ser servidos com vinho branco. 
Há exceções especialmente quando sua receita tiver molho de tomate e ou um peixe de gosto marcante como o Salmão.  
-> (dica sobre vinhos em geral) A boa combinação de um vinho com o seu prato não depende exatamente da cor. O que você precisa observar é que o sabor de um complemente o do outro. 
O vinho nem pode ser tão marcante que “apague” o gosto do seu prato principal, e nem tão fraquinho que passe despercebido.
A função principal do vinho é limpar as suas papilas gustativas para que você deguste melhor o sabor do alimento.
E no caso dessa receita o vinho Shiraz, da marca Rosemount Diamond, um jovem e delicioso vinho australiano, é absolutamente perfeito por ser um vinho de * "paladar encorpado, textura macia e "suculenta", taninos aveludados e final de boca longo e frutado. Esse vinho é indicado para compatibilizar com churrasco, carnes assadas com molhos cremosos, massas com molhos condimentados, molhos a base de ervas e queijos fortes como parmesão."
 Alais, caso você não curta a minha dica de receita, fique a vontade para substitui-la por uma pizza 4 queijos, qualquer outro prato da compatibilização acima. Só tome o cuidado pra não ser algo muito pesado como churrasco se você estiver preparando um jantar romantico. E mantenha o vinho. VocÊ vai amar!!!
Como sobremesa eu optaria por m foundee de chocolate com frutas como morango e uva, também vai combinar com o vinho embora sua indicação não seja vinho para sobremesas... Mas ca entre nós, esse jantar é sobre amor e sedução, e não sobre vinhos néh? Falando em sedução, essa sobremesa dá pra "brincar legal" hummmm... rsrsrs 

Prepare um clima agradável e romântico usando na decoração da mesa tacinhas ( ou copos transparentes) com pétalas de rosas vermelhas e velas para réchaud acesas).
O clima pode ficar ainda mais romântico embalado com a deliciosa voz macia do cantor ED SHEERAN (Thinking Out Loud, é a música que eu colocaria exatamente na hora do jantar e juro, não desviaria o olhar dos olhos do meu amor nessa hora.)
Depois da sobremesa, o que vocês acham de uma massagem a dois?
Minha dica é a vela da Body Store que vira óleo de massagem e tem fragrância de chocolate com morango.
Mas não precisa ter medo da “quentura da vela” tá pessoal. É algo plenamente suportável, nada parecido com vela de parafina.
Falando em velas, você pode aproveitar a decoração da mesa de jantar para o quarto, mantendo um clima romântico e excitante a meia luz. Leve também a garrafa de vinho e as taças, MAS não abuse do álcool. Excesso de álcool além de causar impotência, pode azedar essa noite tão especial.  Você não vai querer cair de bêbada antes do “gran finale” dessa noite romântica vai?
Bom pessoal essa foi a dica. Sei que parece trabalhoso e pra ser bem sincera É MESMO, e é pra ser.
É pra ser especial, diferente, uma  mera noite no motel é coisa pra quem quer “matar a vontade”, pra quem ama de verdade, pra quem tem um relacionamento que vale a pena, a graça é pensar nos detalhes, e fazer algo especial.
Não precisa ser isso tudo da minha dica, pode ser um pic nic com queijo e vinho ,  pode até ser uma noite no motel. Mas tem que ter algo a mais. Tem que ter um preparo especial, seu toque pessoal para que a pessoa amada sinta que você personalizou aquela noite para ela (ele). Quem ama de verdade tem o dom fazer com que o seu amado sinta-se único, especial.
Algo que vá além de ir em uma loja e comprar um presente por que todo mundo esta comprando.
Tem que ser algo que imprima personalidade ao relacionamento, que mostre para o outro QUE VOCÊ SE IMPORTA com ele muito além do que uma mera data no calendário.
Pense bem, se seu relacionamento não merece tudo isso, reveja tudo e repense se vale a pena continuar.
Feliz dia dos namorados!!! (mesmo atrasado, FAÇA VALER A PENA, faça ser EXTRAORDINÁRIO.)



*fonte: http://www.shoppingvinhosfinos.com.br/produto/4466-rosemount-diamond-label-shiraz-750-ml

Além do que os olhos podem ver...

Já percebeu o quanto andam caóticos os relacionamentos ? Eu poderia dizer hoje em dia, mas alguns dos elementos maléficos que pontuarei a seguir são bem mais antigos do que a humanidade deveria ter tolerado até hoje.
Quantos casais você conhece que estão juntos por aparência, comodismo, ou nem eles mesmos sabem a razão. 
Manutenção do dinheiro e poder, dependência, preguiça... Mera osmose. Benefícios pessoais que em nada tem a ver com amar, respeitar, cuidar e querer bem.
Da mesma forma, quantas são as pessoas que não se fixam em nenhum relacionamento, por que estão sempre a encontrar “coisa melhor” sem que eles mesmos pensem em se tornar seres melhores.
O que diríamos então dos inícios de relacionamento. 
Você que é mulher já deve ter passado por aquela situação onde um cara, que demonstra interesse, já começa o papo falando de seu carro, salario, cargo na empresa, na tentativa de conquistar você. 
O engraçado que esse é bem o tipo que reclama de que mulheres são interesseiras. 
Daí o “esperto” já começa o dialogo assim: “Eu tenho carro... Ah, por falar nisso, meu nome é Fulano de tal. O Bagual ao invés de ter coragem o suficiente para te olhar nos olhos e querer ser o melhor ser humano possível, opta por falar apenas o que tem. Seria pela falta de ser algo?
Ao mesmo tempo, você meu amigo homem, já encontrou mulheres que vivem a se preocupar com a embalagem sem qualquer cuidado com o conteúdo do “presente.”
Pensando sobre isso, hoje pela manhã, dei de cara com um comentário, atribuído à Pedro Bial, e que depois descobri ser na verdade de autoria do  Caio Fernando Abreu, que sem duvidas é extraordinário, e por isso divido com vocês a seguir.
Independente de quem seja esse  texto  genial, se do Pedro,ou do Caio, ou do Zé da Esquina, pouso importa por que ele define o que eu e muitos homens e mulheres querem gritar pro mundo NÃO OUSE QUERER ME COMPRAR! EU SOU UM SER HUMANO E NÃO UM OBJETO.
ENTÃO POR FAVOR, NÃO TENHA NADA, MAS POR FAVOR, SEJA ALGUÉM DE VERDADE.
ALGUÉM QUE VALHA A PENA.
E sim, coloco em letras garrafais, porque isso já deixou de ser um mero desejo, É absolutamente uma imposição.
Ou isso ou nada, por que antes só do que mal acompanhada (o). 
E pra finalizar amenizando, talvez seja refletir sobre a frase que diz:  ”o essencial é invisível aos olhos". 
Então seja aquilo que se pode ver alem dos olhos, e acredite não é nada de material.




Vamos falar de vida... #projetoobrigado

Ok pessoal, vamos falar de vida!
E o que seria da nossa vida sem as pessoas que realmente valem a pena. Aprendi com o tempo que as melhores pessoas que exitem ao nosso lado são aquelas capazes de ir alem da sua mera obrigação. 
Profissionais que são capazes de ir muito alem da sua mera função, e aplicam o seu coração em suas tarefas. 
Eu poderia reclamar de ter agido assim e não ter encontrado reciprocidade, mas eu estaria sendo injusta, não com os fatos mais com Deus.
Se tem uma coisa da qual eu não posso reclamar é de colher o que eu planto. Mas, como ninguém é perfeito, algumas vezes a colheita é dolorosa também. Mas isso não é o foco desse texto.
Também não é sobre colheita que falo agora, apenas lembrei que as vezes fiz o bem e recebi o mal em retribuição, no entanto, Deus sempre foi fiel e justo para colocar pessoas que me fizessem o bem, GRATUITAMENTE, se quaisquer segundas ou terceiras intenções. 
Uma dessas pessoas completamente maravilhosas foi a enfermeira Fernanda Gomes da Cia de cruzeiros Royal Caribbean. 
Se eu não devo a minha vida a ela, com certeza devo a minha perna e sem duvida alguma a minha integridade emocional.
A ideia de dizer obrigada publicamente, infelizmente não partiu de mim, mas de um projeto muito legal chamado  "Projeto Obrigado". Eu vi sobre esse projeto e a Fe foi a primeira pessoa de quem lembrei. 

Houve um tempo que achei que uma doença era uma maldição. Hoje já não tenho mais certeza. 
Nos meus poucos anos de vida, saúde plena nunca foi meu maior bem. E por um tempo pensei que isso fosse ate uma maldição.
Não que eu goste de ficar doente, CLARO QUE NÃO.  Mas meus poucos episódios de fraqueza física me deram oportunidades impares de encontrar pessoas maravilhosas. 

Alem da Fernanda, agora tenho a hora de estar sendo cuidado pela estudante de enfermagem Roberta,  estagiaria do Lamario de Peruíbe. Aliais não só a Roberta mas seu supervisor Alexandre e toda a sua equipe tem sido pessoas sensacionais na minha luta contra um velho problema.

Por fim, só posso agradecer a Deus pelas pessoas extraordinárias que ele tem colocado na minha vida. 
Muito obrigada Fernanda, muito obrigada Roberta vocês são pessoas colocadas nesse mundo pra fazer a vida de quem esta a seu redor muito mais do que algo comum, mas algo 

EX-TRA-OR-DI-NA-RIO!!!

E se você querido leitor, tem alguém que faz a sua vida extraordinária, diga a ela (ele).  Se essa pessoa for um profissional de enfermagem, conheça  o "Projeto Obrigado" e deixe o seu depoimento no site. Veja abaixo...

O PROJETO
OBRIGADO


Dizer obrigado é um gesto simples que faz muito bem a quem agradece e a quem recebe. Mas, muitas vezes, no meio da correria, deixamos de expressar a nossa gratidão ao trabalho de quem nos ajudou em um momento difícil. É o caso do reconhecimento aos profissionais de Enfermagem.
Projeto Obrigado é uma iniciativa do Coren-SP pela valorização dos enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem. A ideia é criar um grande movimento de agradecimento a esses profissionais.
Qualquer pessoa pode participar, inclusive você. Não importa se o seu caso foi simples ou dramático. Se foi um atendimento recente ou há muito tempo. Ou mesmo se você era acompanhante de algum familiar ou amigo. O mais importante é dizer obrigado. Fonte.:  http://www.projetoobrigado.org.br


Quando a morte ensina a viver.


Parece estranho falar sobre a morte em um blog onde o tema principal é a vida. No entanto,  por mais antagônico que pareça, os leitores do blog irão concordar comigo que o velho dito popular  “a morte faz parte da vida”, apesar de clichê, é sem duvida verdadeiro.
Meu intuito com esse texto é homenagear um importante líder, e amigo, que eu tive a honra de ter em  minha vida e que acaba de nos deixar. 
Também quero refletir sobre o quanto é importante o legado que deixamos ao passar por esse mundo.
Mesmo assim, ainda creio que o correto seria que a vida pudesse nos trazer mais ensinamentos sobre o amor, amigos e relacionamentos do que o evento da morte. Infelizmente para mim, ultimamente,  tem sido o inverso. Doloridamente o inverso eu diria.
As duas situações mais emblemáticas foram o anuncio de uma amiga no Facebook informando sobre o falecimento de um ex-colega de trabalho, que havia sido tripulante conosco. Ele era um rapaz muito jovem, e super gente boa. Não era um amigo próximo, tanto que nem eu nem lembrava seu nome, mas ao rever sua foto lembrei de um cara que era capaz de fazer a diferença na nossa vida pela simples habilidade de ser educado, amável e boa praça.
E embora essas características devessem ser comuns, infelizmente nem sempre são. Por isso se tornam tão importantes em qualquer ambiente de trabalho. Se você estiver no meio do oceano, longe do seu país de origem e a quase 10 mil quilômetros de casa, ter um cara assim na equipe é tão valioso quanto ouro em pó. 
Não contente com esse triste revés, que já havia me posto a pensar sobre a importância de se dar valor às pessoas do nosso convívio, há três dias, a vida resolveu dar com força na minha cara. Perdi um amigo muito querido e próximo.
Na ultima segunda-feira  recebi um e-mail de uma amiga me informando  sobre o falecimento repentino de nosso ex Gerente Péricles, o Pepê, como o chamávamos as vezes.
Eu não tenho palavras para descrever exatamente o que eu estou sentindo, a não ser a sensação de estranheza quando acontece algo interessante, bizarro e engraçado, normalmente relacionado à politica, ou vida profissional, que eu costumava dividir com ele,  passando horas fazendo piadas de humor negro, e comentários para a lá de sarcásticos. Aliais, sua sagacidade e inteligência eram afiadíssimas e sempre o faziam entender o meu sarcasmo, mesmo quando por milagre eram sutis. E o melhor era que suas replicas sempre eram mais inteligentes, discretas e ainda mais acidas. E isso era absolutamente sensacional. Eu amo pessoas muito inteligentes e o Pericles era acima da media nesse quesito.
Um outro ponto onde ele era "hors concours" era no quesito liderança. Pericles foi meu gerente há uns 10 anos, quando eu era promotora de vendas de cartão de credito. Só quem trabalha ou trabalhou em área de promoção em lojas e mercados sabe o quanto é difícil você alavancar a venda dos seus produtos, e se fazer ser reconhecida pela sua capacidade acima de qualquer atrativo físico.
Naquela época, aos 20 e poucos anos, com corpão e cabelão de modelo, muito bem distribuídos nos meus antigos 64 kilos e 1,71 de altura, eu tinha ainda uma maior dificuldade de provar minha eficiência, dar ideias ou conquistar meu espaço profissional sem que os olhos dos gerentes das lojas parassem na altura dos meus seios. E acreditem, para mim, isso era absurdamente irritante e frustrante ao mesmo tempo.
Mas desde que passei a trabalhar com Péricles, isso mudou. Ele me dava ouvidos por confiar no meu tino comercial, capacidade de articulação, conhecimento e força de vontade. Com ele  SEMPRE FOI DIFERENTE. Ele me deu a possibilidade de brilhar profissionalmente ao me dar espaço para falar com a equipe de vendas nas preleções de início de turno na loja, deixando que eu movimentasse meu produto pelos corredores, colocar anúncios, promoções conforme as ideias me surgiam e isso independe de qualquer ordem. Se eu tinha boa iniciativa era por que eu tinha um líder , e não um mero chefe. Sua segurança em liderar ao invés de chefiar (dar ordens e controlar tudo e todos) eram o que me davam liberdade para ter boa iniciativa e isso SEMPRE refletiu em excelentes resultados nas nossas vendas.  Ele me ensinou a ser uma profissional com habilidades empreendedoras, e isso se reflete positivamente na minha carreira até os dias atuais. Graças  ele eu consegui, pela maioria dos meses em que trabalhei na empresa, ser campeã de vendas de cartões em todo o Estado de São Paulo mesmo trabalhando em uma das menores lojas da rede.
Mais tarde, seis meses depois de eu ter deixado a empresa, e ja estar em outra compania, Péricles me convidou a voltar a trabalhar com ele, gerenciando a venda dos cartoes de credito da loja em que ele era gerente,  pois as vendas  haviam caído muito. Porem, eu decidi por continuar na outra empresa. Só por esse fato, ele poderia ter ficado bravo comigo e ter cortado relacionamento. Mas ao invés disso, ele foi capaz de entender a minha decisão de migrar da área de vendas para a área administrativa, e ainda foi um bom conselheiro profissional ao longo dos últimos 8 anos quando eu não mais trabalhava com ele. 
Conheço pessoas que por muito menos que isso, cortam contato quando um colega deixa a empresa onde ambos trabalham. No entanto, Péricles nunca foi uma pessoa sem personalidade. Muito pelo contrário,  personalidade, profissionalismo, caráter e hombridade lhe eram atributos fartos.
Ainda assim o mercado de trabalho não foi inteligente o suficiente para reconhecer nesse homem.
Essa não é só a minha opinião, não. 
Basta fazer uma visitazinha em sua página do Facebook para encontrarmos comentários idênticos a esses meus, e escritos por pessoas de todas as “raças”, credos religiosos e gêneros. E o mais importante, relatos e agradecimento que foram feitos antes mesmo de sua passagem para o outro plano espiritual. Acredito que isso se dava pelo fato do meu amigo, que se dizia ateu, não fazer qualquer acepção de pessoas independente de qualquer situação.
Quando lembro que ele estava disponível para o mercado de trabalho, me pergunto como as empresas deixam esse tipo VALIOSO de líder sem uma colocação à altura, e isso realmente me revolta muito.
Aliais, a mediocridade do mundo corporativo era um dos temas preferidos das nossas alfinetadas e comentários sarcásticos nas redes sociais. Local que esse se tornara a nossa fonte mais próxima de contato.
Quando eu estive fora do Brasil, trabalhando como Tripulante de navio, Péricles me incentivava dizendo estar orgulhoso da minha atitude de ter deixado tudo para seguir um sonho. 
A cada linha que escrevo sobre esse cara me sinto mais triste por sua partida, porém mais grata por sua participação na minha vida.  O que me faz lembrar uma frase da música “If I die Young” (se eu morrer jovem) , que eu colocarei no final desse post, onde o autor diz "funny how your dead people start listening"  que traduzindo e praticamente o que eu fiz após essas passagens: "engraçado como na sua morte as pessoas começam a ouvir...".
Péricles me faz constatar “in loco” que podemos ser ouvidos após a nossa morte. Infelizmente algumas pessoas esperam que ela ocorra para que a nossa voz seja ouvida de forma mais efetiva.
Ao mesmo tempo, me dou conta do quando isso é triste e injusto, e dessa forma também tenho a oportunidade de mudar minha mente e comportamento com relação às pessoas maravilhosas que Deus tem colocado em minha vida. Isso também me faz levar mais a sério a voz daqueles que amo enquanto eles ainda estão vivos.
Meu único consolo, no caso de Pepê, é ter tido a oportunidade de agradecer pessoalmente, e por escrito, sua importância na minha vida. Na ocasião, tomei um baita “sabão”, rsrsrs (típico do Pepê). Lembro dele me mandar calar a boca dizendo. “Pode parar!!! E para de me chamar de chefe, por que, eu não sou mais seu chefe. Agora eu sou seu amigo. “
 Um outro alivio também é o fato de que, em uma das nossas ultimas conversas, ele me escreveu “te adoro”. 
Puxa vida!!! Como é importante dizer o que sentimos PRINCIPALMENTE DE BOM, para as pessoas importantes ao nosso redor. Pepê era um cara que sabia a importância real disso sem se sentir a “última bolacha do pacote”, mas com a responsabilidade de ser alguém que faz a diferença na vida daqueles que o cercavam. Assim por último Péricles me deu uma lição de como lidar com pessoas realmente importantes.
 Pepê, meu querido, também te amo amigo!
Digo isso no presente por que sua partida dessa vida não anula a importância da sua participação na minha, apenas me proporciona a única coisa que você NUNCA havia me dado, o sentimento de tristeza por sua ausência.


Descanse em paz querido, que Deus tenha misericórdia de sua alma, e das nossas vidas que estão agora mais pobres com a sua partida. VocÊ foi um homem, amigo, chefe e líder absolutamente EXTRAORDINARIO.  Muito obrigada ! #saudadeeterna

Cair e levantar....

Considerando a boa aceitação do último post vamos de novo em clima musical, ou pelo menos quase.
Após 3 semanas de perseverantes convites da, minha amiga,  Andreia Matias, para conhecer as cachoeiras da Serra da Jureia e, finalmente,  resolvi ceder “ai meu Deus!!!”
Andreia é professora de Yoga do “ Espaço Âmala Hatha Yoga” (veja link abaixo das fotos), e sabia o quanto eu precisava desse contato com a natureza.
Porém eu demorei tanto tempo pra aceitar por que eu MORRO de medo de cobras. Vale lembrar que até chegar na cachoeira há uma pequena trilha na serra... Então, eu pensava comigo a cada novo convite: “ mata+fechada+animais silvestres = “COBRAS” que é igual à “DEUS ME LIVRE!!!”
Além da minha ofidiofobia, havia também uma história dos meus tempos de colégio.  Na sexta série do 1º grau, aos 12 anos de idade, fui eu e algumas amigas para uma excursão à Paranapicaba.  Na distinta oportunidade me lembro de quase ter provocado um infarto no meu professor depois de ter me enfiado na gélida nascente de um riozinho e começado um processo de hipotermia, interrompido graças a ajuda do pobre homem.
https://www.facebook.com/espacoamalahathayoga
 Isso sem contar que, até chegar à danada da nascente, eu já havia “capotado” no meio do mato, e das pedras, 12 VEZES!!! Como eu lembro desse numero? Ele foi  contado, e “auditado” em voz alta e muitas risadas, a partir do 4 tombo, pelas minhas queridas amigas de infância Andreia Pereira e Alessandra Balera, que estavam lá naquele dia. Quando nos relembramos essa história sempre tem uma engraçadinha que comenta” Só dose Rose???”. 
Pior que eu tenho que ficar quieta, pois 12 é o número de tombos da ida porque os da volta foram impossíveis de se contar tremendo de frio, toda ralada e com a região glútea praticamente adormecida de tanta pancada.
Bom, além da insistência da Andreia, graças também à visita da minha querida amiga carioca, Carol Cheuen, eu decidi ser uma boa anfitriã e aceitar o convite. E GRAÇAS A DEUS NÃO ME ARREPENDI.
O mais engraçado dessa história é que, conhecendo bem a minha aversão à cobras, eu evitei o assunto o máximo possível. Mesmo assim, foi a 1ª coisa que eu vi logo na entrada da trilha. Rsrsrs (sério mesmo).
http://www.espacoamala.com.br 
De cara, logo na entrada há uma equipe de preservação da secretaria do meio ambiente que passa informações de comportamento e segurança aos visitantes, para iniciar a trilha passamos antes por uma salinha com amostras das espécies de plantas, e alguns animais encontrados na região. E adivinha quem estava, ou melhor, “ESTAVAM”  de “recepcionistas” dessa pequena exposição¿  4 COBRAS!!!! Ou filhotes delas, pelo tamanho pareciam filhotes, dentro daqueles vidros com álcool a fim de conservar seus corpos MORTOS!!!
Mais uma sessão de risadas, e mais uma vez eu nem olhei muito, procurei ignorar pois nunca vi uma coisa que atraia tanto algo como a força de um pensamento, e última coisa que eu precisava era de uma cobra de verdade e VIVA me dando “boas vindas” na trilha.
Hoje, 2 dias depois sou eternamente grata à minha amiga Prof. Andreia, por ter insistido para me levar para um dos melhores dias da minha vida!
Logico, que eu não vou tirar meu próprio mérito de ter enfrentado um medo, mas seria ainda mais injusto não agradecer MUITO a perseverança de Andreia.
Pra resumir, dessa vez não houve hipotermia, nem sequência de tombos e muito menos COBRAS VIVAS! (RS).  Foi um delicioso dia de lazer, oração, meditação, convivência e aprendizados.

Nesse dia, mais uma vez, me coloquei a pensar sobre a importância de não se deixar abater diante de um desafio, e de que as experiências do passado , por mais dolorosas que possam ter sido, não DEVEM me  impedir de tentar outra vez.
Além disso, a cada dia eu tenho uma maior percepção da necessidade, e da IMPORTÂNCIA  de organização da própria agenda incluindo neles vida social e momentos de lazer. Pois isso, de fato, é um caminho para uma “VIDA EXTRAORDINÁRIA”.
Quanto a música, bem, assim que comecei a escrever esse texto pensei naquela que fala “BEBER, CAIR E LEVANTAR”.  Mas, no decorrer desse, ela perdeu totalmente o sentido.  A não ser com relação a parte de cair e levantar, pois como diria o excepcional Estadista Winston Churchil:

“Sucesso não é o final, falhar não é fatal: é a coragem para continuar que conta.”

P.S.: Pra ser muito honesta, tomei um tombinho logo na entrada da cachoeira, pensei em desistir ali, mas não fiz. AINDA BEM!



Conheça o Espaço Âmala:  http://www.espacoamala.com.br

Nota.: A frase atribuída à Winston Churchill foi retirada do site : http://pensador.uol.com.br

Clipe cair beber e levantar. https://www.youtube.com/watch?v=_NUz9Jd8z9o

Postagens populares

conteúdo protegido

myfreecopyright.com registered & protected

seguidores