Outubro, mês de prevenção ao Bullying


Nos EUA o mês de outubro é o mês de prevenção à intimidação... Ou se você preferir "prevenção ao bullying".

As vezes penso que aqui no Brasil nós adotamos a palavrinha bonita "bullying" mas realmente não temos nos conscientizado em diminuir essa pratica nos ambientes sociais... Somos um povo alegre e extrovertido. Faz parte disso fazer brincadeiras e tirar sarro... Mas em tudo ha um limite. Não sei se é necessário instituir no Brasil um mês anti-Bullying. Em tese, bastaria um pouco de empatia e boa educação para coibir essa pratica horrível. Na pratica talvez só a coação aos agressores faça efeito.

O vídeo a seguir mostra um digno exemplo de educação e boa postura de uma pessoa que sofreu bullying. Se eu fosse o seu agressor eu realmente estaria muito envergonhada nesse momento.

O que eu realmente não entendo é o porque as pessoas obesas são normalmente atacadas com tanta agressividade. Quando não nas palavras nos olhares. Se ser obeso é um maleficio somente a quem é gordo por que as outras pessoas se incomodam tanto?

O que as pessoas ainda não se deram conta é que existe uma doença muito mais grave do que a obesidade. O PRECONCEITO!

É nessa hora que quem sofre preconceito precisa ter a dignidade de saber exatamente quem é, qual o seu papel no mundo, saber os seus direitos e responsabilidades e assumi-los com a mesma classe que fez essa repórter.

Pra quem não entende inglês eu vou resumir o que aconteceu e o que ela fala no vídeo.

Ela recebeu um e-mail de uma pessoa dizendo que ela tem uma forma inadequada para estar na mídia por estar a anos acima do peso. Em resposta a apresentadora, além de deixar claro que o remetente da ofensa não a conhecia pessoal e/ou profissionalmente para dizer se ela era adequada ou não ao o que quer que fosse, ela salientou que esse mês nos EUA é o mês anti-bullying e que devemos ficar atentos as proporções que nossos comportamentos estão tomando. Ela alertou ao seu agressor que da forma que ele (a) a chamou de gorda, seus filhos poderiam estar a fazer o mesmo em suas escolas pois as crianças agem de acordo com o exemplo dado por seus pais. A apresentadora do telejornal da CBS alerta ainda para o fato da internet estar se tornando uma arma e com isso as escolas um campo de batalha.

Parabéns a jornalista Jennifer Livingston, seu exemplo foi SENSACIONAL!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares

conteúdo protegido

myfreecopyright.com registered & protected

seguidores